Exercício Físico no Processo de Reabilitação

O processo de reabilitação de afecções ortopédicas e neurológicas engloba não somente o tratamento médico e terapêutico, mas também a prática de exercício físico. O exercício físico na reabilitação tem como principal objetivo manter e/ou melhorar a condição músculo-esquelética a fim de prevenir recidivas do quadro álgico, trabalhar a postura e dependendo do objetivo e da patologia de cada paciente incluí-lo em uma prática esportiva segura.


Indicações do programa de exercício físico:


- Ganho de força e resistência muscular;
- Hipertrofia muscular;
- Ganho de flexibilidade muscular;
- Ganho de mobilidade articular;
- Condicionamento físico;
- Perda de percentual de gordura;
- Melhora do equilíbrio corporal;
- Melhora da coordenação dos movimentos;
- Aprimoramento da postura;
- Melhora da performance esportiva.


O exercício físico voltado para reabilitação consta de alongamento muscular, exercícios resistidos (musculação), treinamento funcional, pilates equipamentos e/ou solo, dependendo dos objetivos traçados na avaliação pelos profissionais em conjunto com o paciente.


Em qualquer treinamento sempre será respeitada as condições biomecânicas ideais para o corpo de cada paciente, sem sobrecargas indesejadas. O paciente aprenderá a movimentar-se com menor gasto energético e ao mesmo tempo com maior elegância e eficiência.


Desta forma, a continuidade do tratamento com a prática de exercício físico é fundamental para qualidade de vida indivíduo, além de melhorar sua autoestima e bem estar geral.